Operação ‘Black Tie’ cumpre 53 mandados de prisão no Sul de MG e SP

A Polícia Civil cumpre nesta quinta-feira (21) 53 mandados de prisão dentro da Operação ‘Black Tie’. Na operação, uma quadrilha é investigada por usar fábricas de ternos em um esquema de lavagem de dinheiro do tráfico de drogas.

Em Minas Gerais, são cumpridos 51 mandados de prisão e 10 de condução coercitiva nas cidades de Paraguaçu, Boa Esperança, Machado, Alfenas, Varginha, Elói Mendes, Extrema e Poço Fundo. Também são cumpridos dois mandados de prisão e uma condução coercitiva em Guarulhos, Bragança Paulista e Botucatu (SP).

Os trabalhos começaram por volta de 4h na cidade de Paraguaçu. Segundo a Polícia Civil, a quadrilha atuava na região há mais de 15 anos e há dois era investigada. A atividade escolhida pelos envolvidos para lavagem de dinheiro do tráfico era a fabricação de ternos.

A informação inicial era que os integrantes da quadrilha compravam carros de luxo que eram vendidos no Paraguai e trocados por drogas, mas a polícia ainda investiga o processo. A quadrilha comercializava cerca de uma tonelada de maconha por mês, principal droga vendida pelo grupo. A venda da droga acontecia principalmente nos estados de Minas Gerais e São Paulo.

Participam da operação 172 policiais civis, com apoio do helicóptero da Polícia Civil de Minas Gerais.
Segundo a polícia, o homem apontado como chefe da quadrilha foi preso em junho de 2017, em outra operação de combate ao tráfico em Paraguaçu, quando 540 kg de maconha e um Camaro foram apreendidos.

Por G1 Sul de Minas

NOTÍCIAS IMPORTANTES