O Governo tenta “criar” outros representantes

FOTO  DE CAPA 41 DSC05137 deputado no trio elétrico com passeata ao fundo 11 05 11 DVD 02 Filhos de Minas optA frase dita acima se encaixa perfeitamente no momento vivido ontem, quando este Deputado, junto às entidades de classe que representam os Policiais e Bomberios Militares de Minas estiveram no prédio do BDMG, localizado na Rua da Bahia, para conversar com o Secretário de Governo, Odair Cunha.

Estavam presentes todos os presidentes das seguintes entidades de classe: AOPMBM,COPM,CUME,ASCOBOM,CSCS,ASPRA,UMMG, bem como eu e o Deputado Federal, Subtenente Gonzaga.

O encontro tinha como objetivo ouvir o representante do governo sobre o parcelamento dos salários dos servidores públicos, em mais uma tentativa de mudar esse quadro. Para nosso espanto, tivemos a informação de que eu não poderia participar da reunião junto às entidades de classe, porque estaria fazendo críticas ao governador e sua esposa, ambos investigados na operação acrônimo da Polícia Federal.

Com relação a este tema, ressalto que trata-se de assunto trazido a domínio público pela mídia nacional e alguns jornais de Minas que publicam matérias falando sobre a investigação envolvendo Fernando Pimentel do PT, sua esposa Carolina Oliveira e o empresário Bené.

No momento em que estamos organizando uma grande mobilização para o dia 02 de fevereiro, às 13 horas, na praça da Assembleia Legislativa, o governo usa um argumento falacioso como desculpa esfarrapada para não nos receber.

Este é o primeiro alerta que faço a todos os servidores públicos de Minas Gerais, não é o governo que escolhe quem lhes representa, pois essa escolha foi feita nas urnas, em outubro de 2014. Governo nenhum pode se dar ao luxo de escolher quem vai representar os servidores na mesa de negociação, pode tão somente escolher quem representa o próprio governo.

Nota vice-líder do Governo

Eu tento até mesmo, evitar citar o nome desse cidadão, mas diante de uma nota publicada pelo mesmo em suas redes sociais, saindo em defesa do Governo, não tenho como ficar calado.

Primeiro, leiam o trecho de sua nota: “O governo adiou a reunião porque não aceita a participação do Deputado Sargento Rodrigues nas negociações. Nessa terça-feira, 19, o parlamentar postou em suas redes sociais mensagens agressivas, atacando à pessoa do governador e de sua esposa, que por sua vez, está de resguardo por ter dado a luz a um bebê há poucos dias”.

É vergonhoso o papel desse indivíduo, que um dia disse ser Deputado classista, a desfaçatez é tamanha, que ele mesmo saiu em defesa do governo, apelando até para o resguardo da mulher do governador. Parece mais ser advogado e ou assessor de comunicação do governador.

Bom, volto a fazer a seguinte pergunta: A mulher do governador e o governador não estão sendo investigados pela Polícia Federal?
Uma vez que está sendo divulgado por todos os meios de comunicação, se eu publico, estou agredindo as pessoas?

Reparem que na nota que publiquei não fiz juízo de valor, apenas retratei o que, de fato, está acontecendo, mais nada. Ou será que desvio de dinheiro público para o deputado Cabo Júlio é algo normal? Que o cidadão pode aceitar passivamente?

Nossos Policiais e Bombeiros não são bobos, estão acompanhando as inúmeras mensagens do citado deputado, desde o anúncio do governo de parcelamento dos salários, por várias vezes, ele faz a defesa do governo de forma explícita. Sobre este assunto não dá para ficar em cima do muro, só existem dois lados, o lado do governo e o lado de nossa classe, a escolha é livre.

Passo a relatar detalhes que ele não cita em sua nota.
No momento que o Tenente Coronel Cirilo, presidente da AOPMBM, nos comunicava que não iriam nos receber com a minha presença, insistimos para ele adentrar na sala e perguntar ao secretário, novamente, que foi acompanhado do Coronel César e do Sargento Bahia.

Para nossa surpresa quem os recebeu na antessala do secretário Odair Cunha foi o próprio deputado Cabo Júlio, VICE-LÍDER DO GOVERNO, trazendo a notícia. Ou seja, mais uma vez esse moço estava ali para servir ao governo e não a nossa classe.

Caso algum companheiro tenha alguma dúvida desses detalhes, perguntem aos companheiros que estavam lá.

Em tempo, venho fazer o seguinte alerta, o governo Pimentel do PT, vai fazer de tudo para dividir e enfraquecer o grupo e, assim, ficar mais fácil de não atender nossas reivindicações.

Levamos dezesseis anos, seis negociações salariais para alcançarmos um patamar de dignidade e agora estamos diante de um governo quer roubar isso de nós.

Por fim, esclareço que a frase do título, é da presidente do SINDUTE, Senhora Beatriz Cerqueira que ficou muito feliz quando o governo dividiu os servidores públicos, mantendo o pagamento em dia dos servidores da educação e deixando outras áreas para pagar em três parcelas. “Potencializaram estes que agora tentam fazer campanha de desfiliação do sindicato”, essas frases foram extraídas do texto publicado em sua página do Facebook, no mesmo dia que o governo Pimentel não permitiu minha presença para representá-los.

Não vamos arredar o pé, vamos fazer sim, uma grande mobilização. Se o governador e sua esposa não querem ser criticados, que não se envolvam em falcatruas com o dinheiro público.

Estamos nessa luta e é pra valer! Dia 02 de fevereiro, às 13 horas, na praça da Assembleia Legislativa.

Vamos juntos, unidos, para defender com dignidade nossas famílias!

Deputado Sargento Rodrigues
CLASSISTA COM MUITO ORGULHO!!!

Voltar

Biografia

História

Washington Fernando Rodrigues, o Deputado Sargento Rodrigues, nasceu no dia 30 de maio de 1964, em Itupeva/BA, e é o sexto de sete filhos. A família mudou-se para Belo Horizonte em 1968, quando, aos quatro anos de idade, Rodrigues tornou-se órfão de pai.
Oriundo de uma família humilde, começou a trabalhar aos 13 anos como vendedor ambulante de jornal e aos 15 trabalhou como auxiliar de produção da Ranel Bijouterias. Com 16 anos, foi vigilante mirim do Centro Salesiano do Menor – CESAM e, aos 18, office boy e auxiliar de tesouraria na Cisa Veículos.

Bacharel em Direito pela Una (2011) e Comunicação Social - habilitação em Produção Editorial, pelo Uni-BH (2004). Pós-graduado em Estudos de Criminalidade e Segurança Pública, pela UFMG.

Chegada da família do deputado Sargento Rodrigues a Belo Horizonte Fotografia atual com os familiares do deputado Sargento Rodrigues

Polícia Militar

Ingressou na carreira policial militar aos 20 anos, como soldado no Batalhão de Trânsito, onde permaneceu por três anos. Após ter sido aprovado no concurso para Cabo, foi transferido para o 5º Batalhão, no qual obteve o primeiro certificado de destaque operacional de sua carreira Policial. Devido ao empenho no exercício da profissão, foi transferido para o antigo Batalhão de Choque, para atuar na Companhia ROTAM. Em 1989, foi para a Academia de Polícia Militar e, em julho do mesmo ano, se formou Sargento, permanecendo na ROTAM até 1993. Nesse ano, passou a trabalhar no COPOM – Central de Operações da Polícia Militar, como operador de rádio. Em junho de 1997, voltou para o 5º BPM, no rádio-patrulhamento.

Vida Política

Antes mesmo do Movimento de 1997, Rodrigues já se interessava pela carreira política, por acreditar que era a única forma de lutar contra as injustiças e por melhores condições de trabalho para os militares mineiros, sem ser perseguido e tolhido por superiores.
Munido por esse sonho, candidatou-se a vereador em Belo Horizonte no ano de 1996, pelo PMN. Obteve 2.674 votos, ficando como primeiro suplente. Já naquela época, apesar do anonimato, Rodrigues foi o policial mais votado do Estado.

Primeiro mandato - Em 1998, desempregado, mas já conhecido como Líder do Movimento Reivindicatório dos Praças da PMMG, candidatou-se a Deputado Estadual pelo PL e foi eleito com 74.594 votos, consagrando-se o segundo deputado mais votado do Estado.

Segundo mandato - Foi reeleito pelo PDT, com 78.183 votos. No biênio 2003/2004, presidiu a Comissão de Segurança Pública da Assembléia Legislativa de Minas Gerais, da qual também foi membro efetivo nos anos de 2005 e 2006. Sargento Rodrigues também fez parte da Comissão de Administração Pública.

Terceiro mandato – Foi reeleito pelo PDT, com 66.941 votos. Foi 3º Secretário da Assembleia Legislativa. No biênio 2007/2008, presidiu pela segunda vez a Comissão de Segurança Pública e foi membro efetivo da Comissão de Constituição e Justiça.

Quarto mandato – Foi reeleito pelo PDT, com 94.312 votos. Atualmente, é Líder da Bancada do PDT e presidente da Executiva Municipal do partido, além de membro efetivo das Comissões de Segurança Pública e de Direitos Humanos.

Rodrigues também foi membro do Conselho Estadual Anti-Drogas – CONEAD, nos anos de 2001, 2002 e 2003, e do Conselho de Defesa Social de Minas Gerais, em 2003 e 2004;

Quinto mandato – Foi reeleito pelo PDT, com 98.841 votos. É presidente da Comissão de Segurança Pública da ALMG e presidente do Partido Democrático Trabalhista de Belo Horizonte (PDT-BH).

Movimento Grevista de 1997

Movimento Grevista de 1997No dia 13 de junho de 1997, a Polícia Militar mineira saiu às ruas para reivindicar seus direitos, fato este que se tornou parte da história de Minas. O Movimento nasceu do sofrimento vivido pelos policiais que clamavam por justiça e igualdade.

O Sargento Rodrigues, um dos líderes de Movimento, foi aclamado pelos praças, na Praça da Liberdade, para fazer parte da Comissão de Negociação e se destacou pela coragem e determinação em defender os interesses da classe.

Por liderar esse Movimento histórico, foi expulso da PMMG, juntamente com outros 185 Companheiros.

Atuação na ALMG

Legislatura

Projetos de lei, projetos de resolução, propostas de emenda à constituição, requerimentos

Para saber tudo o que aconteceu depois da eleição do Sargento Rodrigues, convidamos você a navegar em nossa página e acompanhar todo o trabalho parlamentar deste deputado. Aqui você poderá conhecer não só suas atividades na Assembléia – tais como projetos apresentados, participação em Comissões e CPIs, intervenções da Tribuna – mas também suas ações no exercício da função político-parlamentar, que engloba, entre outras coisas, os atendimentos de gabinete e agenda externa.
Conheça nosso trabalho e participe ativamente, com críticas e sugestões.

LEGISLATURAS ANTERIORES
LEGISLATURA ATUAL

Pronunciamentos

Discursos, questões de ordem e declarações de voto de autoria do Deputado Sargento Rodrigues

LEGISLATURAS ANTERIORES

LEGISLATURA ATUAL

Comissões

Presidente da Comissão de Segurança Pública - desde 2015
Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência - de 05/05/2011 a 22/05/2012

Relator:
Com. Esp. Indicação de Jorge André Periquito para o cargo de Presidente da Utramig - de 23/3/2011 a 7/4/2011

Efetivo:
Comissão de Defesa do Consumidor e do Contribuinte - desde 8/4/2016
Comissão de Segurança Pública - de 23/02/2011 a 31/01/2013
Proposta de Emenda à Constituição nº 4/2011 - desde 28/2/2011
Proposta de Emenda à Constituição nº 7/2011 - desde 28/2/2011
Proposta de Emenda à Constituição nº 11/2011 - desde 17/3/2011
Com. Esp. Indicação José Élcio Santos Monteze para o DER - de 17/3/2011 a 23/3/2011
Com. Esp. Indicação de Jorge André Periquito para o cargo de Presidente da Utramig - de 17/3/2011 a 7/4/2011
Proposta de Emenda à Constituição nº 14/2011 - desde 1/4/2011
Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência - desde 14/4/2011
Proposta de Emenda à Constituição nº 16/2011 - desde 16/4/2011
Com. Esp. Indicação Ricardo Afonso Raso para a Ademg - de 3/6/2011 a 21/6/2011
Membros das Comissões Permanentes - § 1º do Art. 204 do Regimento Interno - desde 1/7/2011
Proposta de Emenda à Constituição nº 24/2011 - desde 1/7/2011

Suplente:
Comissão de Constituição e Justiça - desde 8/4/2016
Comissão de Direitos Humanos
Comissão de Saúde - desde 20/02/2013
Trabalho, da Previdência e da Ação Social - de 23/02/2011 a 31/01/2013
Direitos Humanos - de 21/11/2012 a 31/01/2013
                                     de 23/02/2011 a 22/05/2012
Fiscalização Financeira e Orçamentária - de 23/02/2011 a 31/01/2013
Proposta de Emenda à Constituição nº 49/2013 - desde 28/03/2013
Proposta de Emenda à Constituição nº 19/2011 - desde 3/6/2011
Proposta de Emenda à Constituição nº 21/2011 - desde 3/6/2011

Acoes Sargento Rodrigues

Conheça as principais ações
do Deputado Sargento
Rodrigues desenvolvidas ao
longo de cinco mandatos na
ALMG.

Veja mais informativos

Entre em contato com o Deputado Sargento Rodrigues

Para enviar uma mensagem ao deputado Sargento Rodrigues, use o e-mail oficial: dep.sargento.rodrigues@almg.gov.br

Ações Sargento Rodrigues

GABINETE

Rua Rodrigues Caldas, 79 | Edifício Tiradentes
5º andar | Sala 2 | Bairro Santo Agostinho
Belo Horizonte/MG | CEP: 30190-921
Tel: 31 2108-5200 | Fax: 31 2108-5201

Será um prazer receber sua mensagem e agradecemos a sua participação. Aproveite e cadastre-se para receber em seu e-mail as últimas notícias sobre o mandato do deputado Sargento Rodrigues.